Domingo, 5 de Março de 2006

O Amor Maduro..............................

MI001729.jpg

     Amor Maduro
O amor maduro não é menor em intensidade. Ele é apenas silencioso. Não é menor em extensão. É mais definido, colorido e poetizado. Não carece de demonstrações: presenteia com a verdade do sentimento. Não precisa de presenças exigidas: amplia-se com as ausências significantes.


O amor maduro tem e quer problemas, sim, como tudo. Mas vive dos problemas da felicidade. Problemas da felicidade são formas trabalhosas de construir o bem e o prazer. Problemas da infelicidade não interessam ao amor maduro.


Na felicidade está o encontro de peles, o ficar com o gosto da boca e do cheiro, está a compreensão antecipada, a adivinhação, o presente de valor interior, a emoção vivida em conjunto, os discursos silenciosos da percepção, o prazer de conviver, o equilibrio de carne e de espírito.


O amor maduro é a valorização do melhor do outro e a relação com a parte salva de cada pessoa. Ele vive do que não morreu mesmo tendo ficado para depois. Vive do que fermentou criando dimensões novas para sentimentos antigos, jardins abandonados, cheios de sementes.


Ele não pede... tem. Não reivindica... consegue. Não percebe... recebe. Não exige... dá. Não pergunta... adivinha. Existe para fazer feliz.


O amor maduro cresce na verdade e se esconde a cada auto-ilusão. Basta-se com o todo do pouco. Não precisa e nem quer nada do muito. Está relacionado com a vida e sua incompletude, por isso é pleno em cada ninharia por ele transformada em paraíso.


É feito de compreensão, música e mistério. É a forma sublime de ser adulto e a forma adulta de ser sublime e criança. É o sol de Outono: nítido mas doce..., luminoso, sem ofuscar..., suave mas definido..., discreto mas certo.
Um Sol que aquece até queimar.


*(Artur da Távola)

publicado por vagueando às 09:55
link do post | comentar | favorito
|
38 comentários:
De Anónimo a 6 de Março de 2006 às 21:59
Amor Maduro é tudo isso... És Tu!!! Beijo.
Maria Cachopa.mariacachopa
</a>
(mailto:mariazita8@hotmail.com)


De Anónimo a 6 de Março de 2006 às 15:28
Sabias que a sapo tem um novo sistema de blogs e que dentro de 2 meses vai desactivar todos os blogs? Pois é......eles podem tudo e decidiram que não temos direito a templates criados por nós.... nem sequer direito a usarmos a nossa criatividade. Assim ou usas os templates deles aqueles que já conheces ou sais... eles eliminam-te. Se fazes a passagem do teu blog para o novo sistema perdes tudo ficando apenas e só com os textos. Mostra o teu desagrado neste blog..... que é um grito de revolta de todos os blogueiros da sapos. deixa o teu nome: URL: NOME DE BLOG: http://laystest.blogs.sapo.pt/ COLA O SELO NO TEU BLOG E ESPALHA A PALAVRA pK a maioria desconhece e estão a perder os blogs.....Lucia
(http://pensamentosasolta.blogs.sapo.pt)
(mailto:luci@sapo.pt)


De Anónimo a 6 de Março de 2006 às 15:08
"É feito de compreensão, música e mistério. É a forma sublime de ser adulto e a forma adulta de ser sublime e criança"
Penso que esta frase por si só já nos diz mta coisa....
beijuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuupequenita
(http://www.pequenita.blogs.sapo.pt)
(mailto:pequenita4@sapo.pt)


De Anónimo a 6 de Março de 2006 às 13:56
Sorrio...estou de acordo.
Deixo-te um beijorosa maria
(http://paratisomente.blogspot.com)
(mailto:rosamaria455@hotmail.com)


De Anónimo a 6 de Março de 2006 às 13:55
Sorrio...estou de acordo.
Deixo-te um beijorosa maria
(http://paratisomente.blogspot.com)
(mailto:rosamaria455@hotmail.com)


De Anónimo a 6 de Março de 2006 às 11:49
Olá Carlos essa crônica expressa toda essência de um amor...O caminhar a dois é mais sereno, a cumplicidade existe, o carinho é mais espontâneo, não nos inibimos diante do querer, a sintonia é completa ...amei o post...uma linda semana pra ti ...e obrigado pelos seu comentários maravilhosos ao tok...bjinhos da miga SEDASeda
(http://tokdeseda2.zip.net)
(mailto:carolinap_m@hotmail.com)


De Anónimo a 6 de Março de 2006 às 11:18
OLÁ Carlos.........como sempre os posts escolhidos são lindos. Queria dizer-te que dentro de 2 meses a sapo vai desactivar o teu blog assim como todos os outros que não aderirem á nova funcionalidade da sapo para blogs.........vê no meu blog o que se passa ou então deixa o teu desagrado neste blog que é um baixo assinado geral para todos os utilizadores da sapo. http://laystest.blogs.sapo.pt/Ana Luar
(http://aromademulher.blogs.sapo.pt/)
(mailto:luar_zita@msn.com)


De Antonio a 21 de Outubro de 2008 às 18:51
São tantos blogs, estou sem computador, asvezes me escapa algum. temos que conversar, temos tanto o que conversar.


De Anónimo a 6 de Março de 2006 às 11:06
oiiii
gostei dessa como todos os outros...
poderosa@sapo.pt
</a>
(mailto:poderosa@sapo.pt)


De Anónimo a 6 de Março de 2006 às 03:19
vaguenado vim aqui parar, ainda bem... ora entao um grande bem hajaInsolente
(http://oprazerdainsolencia.blogs.sapo.pt)
(mailto:aaa@aaa.aaa)


De Anónimo a 6 de Março de 2006 às 00:31
Sensibilizada pelo texto deixado em meu sítio! Gostei e reflecti!
Este que aqui vim encontrar, tb encerra grande meditar sobre o sentimento amoroso!! Chamar-lhe-ia "Amor Profundo", mas cd um sente a seu jeito. Belo, sem dúvida!!
[abs]
miosostis
</a>
(mailto:y_lune@sapo.pt)


Comentar post