Quarta-feira, 14 de Dezembro de 2005

A Amante

112.jpg


Cada vinda sua,
meu amor,
Faz em mim aparecerem emoções desconhecidas.
Sua chegada é minha libertação.
Não me entrego.
Integro-me.
Não me perco em você.
Encontro-me.
Não tenho fantasias.
Vivo a realização.
Amo seu amor.
Amo ser seu amor.
Amo amar você.
Sou amante quando seus braços me circundam.
Sou amante quando seus beijos acendem mais desejos.
Sou amante quando me ofereço e tenho minha loucura atendida.
Calmaria nosso depois do amar.
Saudade que começa a se instalar.
Quero reter em mim seu coração,
Sua língua,
seu pênis,
seu tesão.
Então a lucidez se estabelece
E vejo que pedaços seus não posso ter,
Pois quando se vai,
nada de mim resta,
Vou inteirinha em você.

*Magda Almodóvar 23 de novembro de 2005 (Obrigado por me oferecer este poema)
publicado por vagueando às 20:23
link do post | comentar | favorito
|
30 comentários:
De Anónimo a 29 de Dezembro de 2005 às 22:29
Passei para dar um beijinho e agradecer a tua visita no meu cantinho de murmúrios. Voltarei mais vezes.
Um FELIZ ANO NOVO cheio de sorrisos e alegrias!
FannyFanny
(http:///)
(mailto:fannycosta@netcabo.pt)


De Anónimo a 20 de Dezembro de 2005 às 10:13
Olá, obrigada pela visita.
Adorei o teu espaço!

BjkClitie
(http://vidaemonologo.blogspot.com)
(mailto:vidaemonologo@gmail.com)


De Anónimo a 17 de Dezembro de 2005 às 20:57
oi carlos!gosto muitos dos poemas que publicas aqui no blog,estão repletos de sinceridade,sensualidade,...xau,jokas grandes,bom fim de semana****kiki
(http://beingme.blogs.sapo.pt)
(mailto:susanacda@sapo.pt)


De Anónimo a 17 de Dezembro de 2005 às 16:30
Ola foi um prazer receber sua visita...assim cheguei até vc e adorei suas poesia.
Participo de outros blogs vou deixar aki meus linkes quando tiver um tempinho venha conhece-los tbm ...
Gostei muito do poema que deixou em meu comentario.

Bjos um otimo FDS p/ ti
http://www.nossa_pele.blogger.com.br/ (http://www.nossa_pele.blogger.com.br/)
http://spaces.msn.com/members/nannyfurlan/ (http://spaces.msn.com/members/nannyfurlan/)

Nanny
(http://2pele.zip.net/)
(mailto:segundosol@ig.com.br)


De Anónimo a 17 de Dezembro de 2005 às 16:30
Ola foi um prazer receber sua visita...assim cheguei até vc e adorei suas poesia.
Participo de outros blogs vou deixar aki meus linkes quando tiver um tempinho venha conhece-los tbm ...
Gostei muito do poema que deixou em meu comentario.

Bjos um otimo FDS p/ ti
http://www.nossa_pele.blogger.com.br/ (http://www.nossa_pele.blogger.com.br/)
http://spaces.msn.com/members/nannyfurlan/ (http://spaces.msn.com/members/nannyfurlan/)

Nanny
(http://2pele.zip.net/)
(mailto:segundosol@ig.com.br)


De Anónimo a 17 de Dezembro de 2005 às 12:46
Oi amigo!
è a mais pura verdade o comentário que deixaste no meu blog.Enquanto houver amizade, tudo é possivel, tudo pode acontecer. Podem passar muito tempo, mas a amizade fica bem guardada lá no fundo do coração e vamos sempre recordar ese amigo. Obrigado pelas palavras.BjsFátima
(http://meuamorsolar099.blogs.sapo.pt)
(mailto:sol_lua026@hotmail.com)


De Anónimo a 17 de Dezembro de 2005 às 11:48
Oi!
Obrigado pela visitinha e pelo poema, é muito bonito.Bjs e bom fim de semana.Fátima
(http://meuamorsolar099.blogs.sapo.pt)
(mailto:sol_lua026@hotmail.com)


De Anónimo a 17 de Dezembro de 2005 às 11:44
Carlos, estou sem palavras. O teu poema é lindo e encaixa-se perfeitamente em mim. Ao ofereceres-me este poema fico com a ideia que me conheces há muito tempo. Parece que me conheces, como n~~ao conhecem aqueles que me rodeiam e principalmente aquel que dormiu comigo alguns anos. Se voltares ao meu refúgio e se leres aquilo que eu lá for escrevendo talvez entendas melhor estas minhas palavras. Enquanto isso recebe um beijo muito terno desta que já é tua amiga. Ah! o poema é lindo, mas não me ajudou a apagar o fogo que por vezes sinto dentro de mim. Pelo contrário foi mais um balde de gasolina que atiraste para a fornalha. Sei que me entendes.Ainda estou a tremer.Morgana
(http://www.noitesmagicas.blogs.sapo.pt)
(mailto:deusa_morgana@sapo.pt)


De Anónimo a 17 de Dezembro de 2005 às 01:56
Bem, este é um poema que alimenta o amor e não o contrário. Quem escreve assim, já sentiu ou sente ainda o efeito enebriante da paixão. Apenas uma amante escreve e sente desta forma...Mocho
(http://barrocodomocho.blogs.sapo.pt)
(mailto:mvilamoura@sapo.pt)


De Anónimo a 17 de Dezembro de 2005 às 01:21
Olá Carlos, desculpe-ma pela ausência, mas é que mudei meu MSN, e e-mail também...
Mas passei por aqui pra maravilhar-me com seus escritos e também agradecer pois sempre me mandas coisas lindas...Tenha um explêndido fim de semana.Suzerley
(http://www.cantinhodasuzerley.blogspot.com)
(mailto:suzerley_sono.felice@hotmail.com)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28



.posts recentes

. ...

. ...

. Vem comigo .................

. Leva-me contigo ............

. O Amor Maduro...............

. Nostalgia................

. Não há maior prazer para ...

. Anjo ou Demónio ? SEMPRE ...

. "amo-Te tanto" ........

. ...

.arquivos

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Março 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds