Sábado, 17 de Dezembro de 2005

Afinidade..........................

beija28.gif


Afinidade é um dos poucos sentimentos que

resistem ao tempo e ao depois.
A afinidade não é o mais brilhante,

mas o mais subtil, delicado e
penetrante dos sentimentos.
É o mais independente também.
Não importa o tempo, a ausência,

os adiamentos, as distâncias, as impossibilidades.
Quando há afinidade, qualquer reencontro retoma a relação, o diálogo.
Ter afinidade é muito raro.
Mas, quando existe, não precisa de códigos verbais para se manifestar.
Existia antes do conhecimento, irradia durante e permanece depois que
as pessoas deixaram de estar juntas.
Afinidade é ficar longe pensando

parecido a respeito dos mesmos fatos que
impressionam, comovem ou mobilizam.
É ficar conversando sem trocar palavras.

É receber o que vem do outro com
aceitação anterior ao entendimento.
Afinidade é sentir com,
Não é sentir contra,
Nem sentir por,
Nem sentir pelo.
É olhar e perceber.
É mais calar do que falar, ou, quando é falar, jamais explicar ,apenas afirmar.
Afinidade é ter perdas semelhantes e iguais esperanças.
É conversar no silêncio,

tanto nas possibilidades exercidas quanto das impossibilidades vividas.
Afinidade é retomar a relação no ponto

em que parou sem lamentar o tempo de separação.
Porque tempo e separação nunca existiram.
Foram apenas oportunidades

dadas (ou tiradas) pela vida.

* de Arthur da Távola


NOTA:
este post é o completar de uma triologia
[Orgasmo / A Amante / Afinidade]
publicado por vagueando às 18:44
link do post | comentar | favorito
|
29 comentários:
De Anónimo a 29 de Dezembro de 2005 às 07:28
É quando dois corpos ocupam o mesmo lugar no espaço. Feliz 2006.Leônidas Arruda
(http://www.leonidasarruda.adv.br)
(mailto:contato@leonidasarruda.adv.br)


De Anónimo a 23 de Dezembro de 2005 às 19:21
CARLOS, MEU QUERIDO GAJO POETA,
OBRIGADA POR TER PUBLICADO. AMO SEU BLOG NAS MADRUGADAS DO RIO DE JANEIRO! E AMO VC. BEIJOS MELADOS DE CHOCOLATE, MERCEDESMERCEDES
</a>
(mailto:dan_doce@ig.com.br)


De Anónimo a 20 de Dezembro de 2005 às 14:32
Afinidade, substantivo irmão de "Cumplicidade"
:-)Cerejinha
(http://www.cerejasmaduras.blogspot.com)
(mailto:cereja_madura@hotmail.com)


De Anónimo a 19 de Dezembro de 2005 às 10:18
Afinidade? hoje pensa ter-se, mas amanha cadê ela?!gostava de acreditar q a afinidade é algo q perdure, q é algo q faz parte de nós, mas não consigo.
Gostei muito do teu texto mas trouxe-me nostalgia, trouxe-me memorias...A_Amante
(http://www.eternosamantes.blogspot.com)
(mailto:eternosamantes@gmail.com)


De Anónimo a 19 de Dezembro de 2005 às 09:55
Afinidade, sim afinidade...

Só a finidade torna as coisas verdadeiras e sentidas...

Só a afinidade...

:)Mónica
(http://www.blogavidasao2dias.blogspot.com)
(mailto:monicaquaresma81@hotmail.com)


De Anónimo a 18 de Dezembro de 2005 às 22:28
Concordo inteiramente! Quando existe afinidade entre as pessoas, não interessa o tempo que se está separado.Encontramo-nos e recomeçamos a conversar, como se estivessemos estado juntos na véspera!
Quando há afinidade,não é preciso explicar...o outro sabe o que sentimos, o que precisamos...vê o mundo com os mesmos olhos!
Mas é tão raro isso acontecer...Helena
</a>
(mailto:coimbrinha3@yahoo.com)


De Anónimo a 18 de Dezembro de 2005 às 19:44
Passei para te desejar um Feliz Natal e fazer votos para que 2006 seja Mensageiro do que mais desejares.

Beijo grande da Lina/Mar RevoltoLina (Mar Revolto)
(http://www.aromasdomar.blogspot.com)
(mailto:aromasdomar@hotmail.com)


De Anónimo a 18 de Dezembro de 2005 às 17:51
oláa! Bom pelo comentário que deixas-te no meu blog, parece-me que das duas uma, ou também gostas de cozinhar ou então também és guloso como eu ;) pena nao deixares foto, mas pelo que li, morangos com chocolate, gumm deve ser uma delícia, vou guardar a receita e experiemntar fazer, quando tiver morangos ;) obgrigada, bjinhos e feliz natal!! snow
(http://dreamtears.blogs.sapo.pt/)
(mailto:snow_deep@sapo.pt)


De Anónimo a 18 de Dezembro de 2005 às 17:28
Vou fazer uma pausa durante as Festas. Desejo-te um Feliz Natal e um óptimo ano de 2006.
Beijos .
lique
(http://mulher50a60.weblog.com.pt)
(mailto:alice.semaravilhas@gmail.com)


De Anónimo a 18 de Dezembro de 2005 às 17:00
"Ter afinidade é muito raro.
Mas, quando existe, não precisa de códigos verbais para se manifestar.
Existia antes do conhecimento, irradia durante e permanece depois que
as pessoas deixaram de estar juntas."

Excelente texto!!!
Afinidade, acho que nunca a tinha visto com "estes" olhos... Realmente é um sentimento muito importante!

Beijinhos e boa semana!mar_praia
(http://mar_praia.blog.pt)
(mailto:marpraia@gmail.com)


Comentar post