Domingo, 30 de Abril de 2006

...

O Medo do Amor
 

Medo de amar?

Parece absurdo, com tantos outros medos que temos que
 enfrentar:

medo da violência,

medo da inadimplência,

e a não menos temida solidão,

que é o que nos faz buscar relacionamentos.
Mas absurdo ou não, o
medo de amar se instala entre
as nossas vértebras e a gente sabe por quê.

 O amor, tão nobre, tão denso, tão intenso, acaba.

Rasga a gente por dentro, faz um corte profundo que vai do peito até a virilha,

o amor se encerra
 bruscamente porque de repente uma terceira pessoa surgiu ou simplesmente
 porque não há mais interesse ou atracção,

sei lá,

vá saber o que interrompe um sentimento,

é mistério indecifrável.

Mas o amor termina, mal-agradecido, 

 termina, e termina só de um lado,
nunca se encerra em dois corações ao mesmo tempo,
desacelera um antes do outro,

 e vai um pouco de dor pra cada canto.

Dói em quem tomou a iniciativa de romper,

porque romper não é fácil,
 quebrar rotinas é sempre traumático.
Além do amor existe a amizade que permanece e a
presença com que se acostuma, romper um amor não é bobagem,

é fato de grande responsabilidade,

é uma ferida que se abre no corpo do outro,

no afecto do outro,

e em si próprio, ainda que com menos gravidade.

E ter o amor rejeitado,

nem se fala,

é fractura exposta,

definhamos em público,

encolhemos a alma,

quase desejamos uma violência qualquer vinda
da rua para esquecermos dessa violência vinda do tempo gasto e vivido,

esse assalto em que nos roubaram tudo,

o amor e o que vem com ele,

confiança
e estabilidade.

Sem o amor, nada resta, a crença se desfaz, o romantismo
perde o sentido, músicas idiotas nos fazem chorar dentro do carro.

Passa a dor do amor, vem a trégua, o coração limpo de novo, os olhos novamente secos, a boca vazia.

Nada de bom está acontecendo, mas também nada de ruim.

Um novo amor? Nem pensar.

Medo, respondemos.
Que corajosos somos nós,

que apesar de um medo tão justificado,

amamos outra vez e todas as vezes que o amor nos chama, fingindo um pouco de resistência mas sabendo que par  a sempre é impossível recusá-lo.

Martha Medeiros

 

publicado por vagueando às 07:54
link do post | comentar | favorito
|
19 comentários:
De Elsita a 23 de Outubro de 2006 às 16:47
Medo nada! Que a vida é tão curta...há que amar, amar, perdidamente...SEMPRE.Fica bem


De Fernanda a 6 de Novembro de 2006 às 23:47
Como eu te percebo... e novidades, hem? Bj


De Rejane (Mel) Britto a 28 de Novembro de 2006 às 17:18
Você NÃO está autorizado a utilizar (ou modificar) minhas poesias sem a identificação da autoria!

Rejane (Mel) Britto©1998-2006 copyright
Legislação Direitos Autorais
Lei nº 9.610
http://www.bymel.net
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons
http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/2.5/br/


De Nilza a 25 de Dezembro de 2006 às 04:23
Olá!

Te desejo um Feliz Natal!
Mas, não assim, a seco, burocrático e puramente superficial, a quem me lê.
Te desejo mais. Desejo que esse novo ano seja de novos bons momentos, que seja repleto de abraços de filho, ou de abraços fraternos. Desejo que tenha o calor de abraços cheios de Desejo, E tenha PAZ. Não a Paz de bala-perdida ou de crimes da TV. Falo da Paz de criança dormindo, da Paz de um colo amoroso, de um sorriso, de um olhar silencioso e cheio de Afeto.

Um beijo super carinhoso



De Dad a 30 de Dezembro de 2006 às 23:03
...........***
..........*****
.........*Feliz*
........*********
......************
.....******ANO****
....******2007*****
...***COM MUITO***
..********AMOR*******
..........****
..........****
.......***DAD****


De MARIA a 23 de Abril de 2007 às 19:01
k SAUDDS SENTIA DESTAS VISITAS AOS BLOGS.oBRIGADA P/ TUDO! fIQUEI S/ PALAVRAS....hÁ COISAS Q "MATAMOS"PQ O ALTER-EGO N DEIXA D ACUSAR-NOS.mAS DÓI TT,TT,TT,TT,TT,MIL VEZES TT!!!!!!!!


De Rafael T a 14 de Fevereiro de 2008 às 20:54
"[...] mas há homens que, por terem esses órgãos extremamente sensíveis, não sentem prazer quando tocados imediatamente, preferindo ser excitados por carícias preliminares em outras partes do corpo. "

São sensíveis mas não sentem prazer quando tocados imediatamente... imagino então que se não tem estes órgãos sensíveis, então gostam de ser tocados de uma vez, sem preliminares?

E que órgãos são estes? A glande e a próstata? Que eu saiba pra se tocar nestes orgãos tem de se estar excitado, para TODOS os homens. Não somente aos "extremamente sensíveis".

Está tão cego de lógica e impureza pela sua estupidez de pensamento sexual que não percebe os absurdos que diz????
Não existe isso!! Como um órgão supostamente construído para favorecer prazer sendo extremamente sensível não dá prazer????

Seu imbecil de marca maior. E fazer um blog só pra falar de sexo, e orgasmo e o diabo, qualé?

Vai procurar um trabalho, mané!

vou até deixar um email pois queria uma resposta sua

rafaeltmelo@hotmail.com


De Tony'S a 13 de Outubro de 2008 às 14:07
Mão que exprime palavras de revelções.
O que de mais verdadeiro tinha aquela mão quando disse, assim" e ficou na frente de nossos sopros, tu queria um beijo mais mágico que aquele e assim foi a mão que descobreiu o vel para eu beijar, linda! Rosto avermeflhado e lábios com a mesma pintura, que seu coração mostra, e nossas fontes de desejos.
O sol e a lua quando se apaixonaram tinham existia um planeta entre eles o desejo de continuação da existência.
Donzela do novo mundo, o toque que não dei-lhe o céu desceu sobre ele.
Meu lugar no trono é ao seu lado ao lado de Deus.
Espalhará nosso amor pela terra, erguerá-se como bandeira para os povos para ela correrão as nações, e sua moradia sera gloriosa. Eu erguerei um estandaete para as nações afim de reunir exilados e dispersoa dos quatros cantos da terra.
Eu amo mesmo na escuridão que estou, minha dor é tanta que nem sinto,anetesiado pelo amor de um espirito em um corpo que não existe, mas que vive no presente passado e futuro, onde a tenho e me tens. precisei alcansar a maior estrela no céu, que na verdade é um planeta o planeta Venus, minha maça de ouro, não tive medo de cair meu espírito tem asas. O rio em que navega dentro de ti desagua em meu oceano, deus também deu-lhe assas para que o sobrevoe. Deixei de existir por que meu paraiso com ti só existia em nós, o que seguém no mundo é um paraiso artificial, que será destruido. quando beijou o mali o que teve na palma da mão foi um paraiso perigoso, nuca tive medo de amar pois na palma de minha mão tinha dedos que pronuncian-se, aqele mesmo dedo en riste que simbolisa foda-se, é o dedo que leva a marca do compromisso, o indicador uma indixcação de Deus, o restante é o compromisso que vejo tu ter comigo o menguinho filho, o polegar intrega e se junta aos outros. precisei sentir ciume paraq entender seu medo, pânico é reconhecimento da realida quando se eta dentro do mundo pefrigoso. Alexandre magno era viado retinha conhecimento obtido por sua educação com Aristóteles, para ter autoridade sobre ignorantes, terra de cego quem tem um olho é rei, poucos controlam o oxigênio que o povo respira. O mundo é um pantano onde afogou-me não reflete minha imagem, e estou aprisionado por minha propria familia.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28



.posts recentes

. ...

. ...

. Vem comigo .................

. Leva-me contigo ............

. O Amor Maduro...............

. Nostalgia................

. Não há maior prazer para ...

. Anjo ou Demónio ? SEMPRE ...

. "amo-Te tanto" ........

. ...

.arquivos

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Março 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds