Sábado, 29 de Abril de 2006

...

ofereço-Te uma ROSA

OFEREÇO UMA ROSA

A quem me deu perfume,
A quem me deu sentido,
A quem só me fez bem,


Ofereço uma rosa,


Aqueles que sorriram comigo,
Aqueles que comigo partilharam lágrimas
Aqueles que souberam da minha existência
Ofereço uma rosa

Aos nobres do sentir
Aos ricos do viver
Aos imperadores do amor.

Ofereço uma simples rosa

Aqueles que simplesmente foram amigos
Que ternamente
fizeram do silêncio sair sons,

Que riram comigo


me olharam, e me sentiram

Ofereço a minha rosa,


A Ti pois és realmente interessante!!

 

 

publicado por vagueando às 08:34
link do post | comentar | favorito
|
18 comentários:
De Antonio a 14 de Outubro de 2008 às 21:06
A rosa que dei-lhe diz tudo isso, de-me a sua, sabe pelo que eu deveria de passar, dividir bons momentos, alegria e tristeza, para alcansarmos a felicidade verdadeira, sabe que esta escrito que o amor enfraqueceria, deve amoio a mim quando0passamoa por momentos dificeis, sabe que seria assim, o que Deus planejou para eu esta cumprindo, e sera leal.


De Confalone a 15 de Outubro de 2008 às 13:45
A rosa que ofereceu-me peguei, sangrou meus dedos, sangue que encrimina-me, eram dedos feitos para tocar com ternura petalas de uma rosa branca.
Des de meu primeiro poste disse a verdade e não estava em meu mundo, procurei Deus em ti e não encontrei, Deus mostrou-me a verdade pela visão, tu fez uso de palavras sercando-se de espinhos que devo rompelos com minha espada nossa sintonia é em Deus, se o amor provoca-me ciume, o que sente? vergonha? O beijo de sua fruta deveria ser como esposa de Deus, não idolatria de uma serpente na lingua, isso desviou meu caminho, para meu crime idolatra transmiti-te para cair em pecado. O plano de Deus para resgatar-me é a volta ao passado onde sempre fez presente. O pecado deve ser atirado ao mato que queimará com os pecadores. quando cai de meu céu por meu crime, enxergando todos os pecados, paguei por todos para salvar os arrependidos, seria facil tomar algumas cervejas e ficar indiferente ao medo e ir logo comendo do fruto proibido, meu amor no silencio eu escuto o som do univrso, os embriagados são corajosos amantes da vida, que deixam de serem amantes de Deus, idolatras, quando eu rir e gritar a festa vai acabar, só no amor do plano de Deus chego com ti a plenitude. nenhum homem decifraria nem o primeiro nem o último espero já teja havido o último parasita em seu caule. Édipo não decifrou o enigma e foi devorado, desse o homem, é a mulher revelada junto ao homem depois se torna três, Deus deu-me a visão para enxergar a importancia da continuação da existência, recebi a marca de sua vitória, sobre o abismo para ondo todos caminham. Preciso de carinho, ate quando quer estrair desejo de um corpo que foi parar na beira da tumba. isso tudo foi escrito por Deus é só ler a Biblia. As sete estrelas em minha mão e meus passos em candelabros voltarão a posição. Sua mão é a justiça que a minha o direito quer segurar. não será preciswo mais uso de espada quando Deus irradiar só amor.


De Padua a 19 de Outubro de 2008 às 14:00
Mil anos se passaram.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Mil anos se passaram. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>Perseba</A> os sinais. Quando tinha 31 anos, dentro de meu quarto, peguei duas garrafinhas de uisk de aeroporto, coloquei juntas retirei as tampinhas que tinha uma coroa em cada uma, coloquei aos pés das garrafinhas encima de minha escrivaninha por de trais uma garrafa de agua gelada com um sol em meio ao seu vidro, uma colher grande de tirar arroz presa entre um imã de alto-falante uma colherzinha de café, sem falar a desordem que deixei o quarto, que na verdade estava pondo em ordem. procurei por você estava se divertindo no casino , enquanto vivia no luxo onde as coisas sobram eu vivi no lixo onde as coisas faltam . A diferença entre sorte e magia, é que sorte joga-se o dado não se sabe que numero irá dar, magia joga-se o dado esperando por aquele que sabe. Querer um mundo onde o eterno são meros momentos, é conformismo em aceitar uma partidiucre . Viemos com a missão de deixarmos-nos para o mundo um paraíso eterno Homossexualismo é madrasta e padrasto. Apaixonei-me por uma princesa, quanto mais delicadeza mais tesão me da. Perdoe-me por ter movido um processo contra você de adultério, era o único jeito de não perder o filho. Sabe que não sinto vida por imagens que não tem vida ver mulheres que não respiram, Eu necessito de atrair para fazer atraente em mim, você foi a única que era igual a mim tinha poder de atrair-me, quando destrói-me quando delega não esta derrotando a mim mas os dois, dele te o que destroem , assuma demonstre o que constrói-me ; arraste com a calda suas estrelas elas cairão na terra onde tem ar para respirar, oxigenio que permite o fogo, derrame seu leite dando vida ao mar, fontes e rios acolha-me em seus seios una os quatro elementos, realise com o filho dando-lhe a luz. <BR>A punição de Adão foi ser de barro e eva tirado dele emquanto dormia. <BR>Afinal tudo tem um comesso. <BR>Nunca mais será lua. <BR>A lua é recordação. <BR>E que haja muita ternura. <BR>A terra nossa paixão. <BR>O sol a inspiração. <BR>De um abraço com tanta emoção. <BR>Beijos e beijos nos corações. <BR>Amor nas quatros estações. <BR>Seu encanto tera mais que luz, coberto de muta atração. <BR>Felicidade alegria em uma só nação. <BR>A humanização. <BR>E <BR>Viva <BR>A <BR>Santa <BR>Paz <BR>De <BR>Deus. <BR><BR>


De Tony'S a 29 de Outubro de 2008 às 17:05
Rosa branca.
Duas cores.
Ovulo e semem.
No seu pescoço imaculado.
Descobri o meu pecoço duro.
Teimoso armado contra uma flor.
Também teimosa.
E formosa.


De Tony'S a 30 de Outubro de 2008 às 12:30
Á todos que tem o nome assinado no livro ou não.
mas que sempre quizeran-me livre, ofereço as rosas.
A minha Susana a rosa branca.
A sofia a rosa amarela.
Ao João e maria uma rosa azul.
A rosa vermelha que quero compor apenas com a rosa branca , foi furtada pela marcia e ana praga e ascenderam uma vela. vou apagar a velinha e deixar vos com a flor de líns tem tudo para sentirem vergonha isso é redicolo vai virar gosação.
O cordeiro desgarrado virou uma ilhema nos Andes de medo de ficar abatido. Um lobo em pele de cordeiro. o bom lobo de gorro vermelho gosta da menina de gorrinho branco. A lua não brilha no céu azul, mas a noite o lobo uiva para lua para virar homem e acordar junto dela em uma manhe sobre a imencidão do céu.
Eles se separaram, Julia ficou domada em Padua e Junior delírando em Verona, o encontro de seus lábios ao Romantismo, Quem tem boca vai a Roma e lingua a Israel. Um lírio branco com a copa para cima com um botão cliteriosamente alteso, coberta pelo outro lírio amarela. Subindo ao céu como um balão, um delírio pela paz.
Essa é a história de Isrrael contada por Daniel.
Os delírios de Susana, da gramática a matemática.
Diva de Davi.
Que todos a Deus devem.
Eu sou carne com sua carne conteplando sob a corti da estenção da mão de Deus. Omega em letras mas o alfa numerico é infinito.
Te neguei três vezes antes que o galo piasse, mas no quarto entendemo-nos, na quintq, na sesta de frutas ou sabado de aleluia.
Ontem eu estava nervoso entrei no bar pedi um rabo de galo, cinsano com agua aderte velho barreiro, comecei a beber não estava aguentando a ancia e vontade vomitar sõ tomei meio copo virei o resto na pia do bar. Indo para casa uma votade enorme de urinar que não aguentava andando rapido a ponto de explodir, não vai dar tempo de chegar ate em casa, na calsada um estenso muro separava um terreno baldio nem um lugar escondidinhi para eu desaguar, no meio do caminho encontro uma parte arrebentada do muro onde as pessoas jogam lixo, atravessei um montueiro de lixo desviando de cacos de vidro, em fim tirei o pescoço flormoso olhando para cima a urina descia aliviado, quando olhei para baixo nem havia reparado estava mijando ali em cima de uma revista de televisão, tinha a foto do Reinaldo de anenchine abaixo dele Paulo zulu, ai eu tomei graça pela coisa comecei a balançar o pescoços encima de todas as revistas de televisão que estava cheio o chão do lixão. Apesar de eu ser Portugues isso não é piada de portugues não me contaram, foi precisão.



De Tony'S a 31 de Outubro de 2008 às 11:58
Qando tinha 2 anos de idade, tive desidratação, foi tão grve que por muito pouco não morri, a minha salvação era o soro, e nem um médico conceguia encontrar véia par aplicar-me, meu pai sempre me disse que um médico Japones conseguil salvar-me encontraqndo uma veia no pescosso, não sei em que pescoço, o de osso ou sem osso, no sem osso sempre tive uma veia berm saliente na base. Só podia ser um médico Japones, les são analfabetos.; O meu pai sempre culpou monha mãe por isso, dizia ele sempre que foram tomates passados que haveria digerido.
Ele morreu de cancer de prostata, lembro ele no leito de morte a gritar pelo meu nome em grande desespero, quando cheguei para rancuiliza-lo dizia que o demonio estava a ronda-lo, minha mãe dizia sem entender que ele estava a empurrá=la de perto dele, dei-lhe a mão e o tranquilozei. Foi o que pensei a euroropa assim mesmo cam e minusculo, sempre foi o inferno do mundo, quando descobriram a AMERICA onde tinha seres humanos, ate acharaqm que era o paraiso, como paraiso não serve para mostros detruiram tudo que puderão. A terra das maçãns virou maçonaria. colher os tomates os passados da-lhes vechame. Os cientistas descobriram recentimente que tomate é bom para evitar cancer de prostatat. o curioso é ir a um supermercado, não encontro uma garrafa de suco de tomate, quando era um adolescente existia, a moda é tomate seco isso tem aos monte nas prateleiras. Cidra feito de maça ate paresse prga como tem, é uma bebida que seve como remedio para má digestão, é tomar para vomitar, se tivessem me dado cidra quando comi tomate podre eu teria vomitado tudo, é como agua morna, uma vez fazendo de tudo para ajudar um irmão que havia ingerido uma guantidade enorme de cogumelos alucinójonos, levi para o banheiro e fiz beber agua morna vomitou tudo.
Queria que Deus desse a Isrrael aurora boreal e vos me cê banhasse com babosa.
Da desespero a noite agarrado ao travesseiros, durmo com três quando durmo jáq ate arregacei com um travesseiro vi as espuminhas no chão lembrei sem muito ascentuar-se em minha memoria já tinha visto quelas espuminhas antes, jaja vô de volta ao passado com corpo e tudo, usar a memoria sem corpo é fadiga por isso o portugués sente saldade, eu sou nostaugirio, Quando fasso isso corrijo os sete erros, 1 manga camiseta, 2 munhequeira, 3 bermuda, 4 prancha, 5 olho direito, 6 topete, 7 sombrascelha. SÓ SENDO RADICAL.


De Tony'S a 31 de Outubro de 2008 às 16:43
O que entra pela boca sai na privada, quando não é sólido, sai pelo pincel. Hoje queria algo gostoso como um beijo, quem sabe um guaraná; estava precisando de um energético, então um composto chenês Ginseng com Guaraná, amargo, mas uma Fanta mas... laranja...a uva deixei para depois.
Bola 8 na casapa.


De Tony'S a 31 de Outubro de 2008 às 17:32
7.70 é vera cruz é rosa cruz, soltando o peso da cruz na terra, o balão sobe e da a volta ao mundo.
Depois da tempestade vem o arco-ires de 7 cores a oitava é a trasparência, porque sou radical, 8 . 80 o que tenho de sólido na vida é uma familia láctea que serve a 100 anos. E o trabalho com as mãos e imaginação pela ação de Deus.


De Tony'S a 31 de Outubro de 2008 às 19:13
Um L&M verde Menthol cool, outro azul Label.
O azul de cabeça para baixo encima do verde WT#LM, com a mão esquerda deslisei com suave ternura na perna de vos mi cê. O direito ficou na velha XO para SUS...M &W Meu, te tomo amo-te toma...que o filho é teu e meu.
O que tomamos-nos pela boca aquele beijio era o ultimo trago que queria dar e foi o primeiro trago em sua boca. Apenas um abraço seria tão simples mas pediu´me que abraçasse tudo que contou com suas palvras. Eu abracei seus numeros e letras com cores e sabor.
Beijocas isca de pescar um único peixe que vive pela boca, rende-se entre a alma e irradia pelo espírito. Eu pesco com vara viril assumo o direito e a justiça jogo na rede.


De Tony'S a 1 de Novembro de 2008 às 12:27
Em briga de casal ninguém tasca a colher.
Ela mexe com o mause eu get, ela pula para o teclado eu afino, e tocamos piano a quatro mãos, paro para um solo de violino, ela toca a trombeta, eu pego o violão e contra baixo, a essas altura não há maestro o que rege é um pendolo da batida do coração obrigado bate de graça.
Des de crinça você me percegue os meus sonhos que voava, e os que equilibrando na beira do abismo sempre antes de acordar caia dava um frio no saco que subia pela espinha. ao amanhecer não tinha café da manhe, nosso almoçar pela manhe, eu degrustar um prato de cabelo de anjo a bolhanesa, tomava meu e me dava sopa de letrinhas, brincava com a mariaszinha de carrinho de bola casinha eu era um mariquinha respirava armando e você era uma maria mijona, eu torcia para o bota fogo você para o bem fica, eu contava ate tre voce comia o s contando ate sete, se3u lápis com a ponta gasa no papel me provocava arrepio, não tem apontador eu te empresto o meu não quero mais brincar cim você vou pegar minha agüarela e pintar um 7 para mim.
eu tenho um t você tem e tem dois s quero um prara mim, eu comessei essa briga no a vocÊ termine no z.
Vitoria regia a pricipesa que indigena que morreu mas sempre esteve viva flutuando no rio Amazonas, na foz ao encontro do mar chocam-se dando efeito a uma onda chamada pororoca. Sera que da para pegar onda ali, ariscar tem que ser radical.
Eu deci a ladeira encaminhava, quando a menina parou e deu-me uma carona, pediu que segurasse a sacola, queria me levar ate minha casa eu pedi pa parar em uma encruzilhada, parou, deu e deci devolvi-lhe a bolça dieci. Ela seguiu pela avenida eu voltei pela estrada velha, ave menina cheia de graça, bendito o fruto de vosso ventre amei,. Cabelos longos não usam mais, mas na velha estrada que liga leste oeste, eles cantam, o cigarro a cigarra dueto na guitarra,. Saio do banho a cxigarra na minha toalha, assim não vale,; mas não é para valer; os numeros se escorregaram junto com minha toalha, fiquei sem palavras pedi alingua num beijo, atraz da moita de mangericão com vargen y na hora ate pensei eu que sou romantico achava que seria em um jardim, mas jardim não é para nomorar, no manjar é varger mesmo uma amangedora, e tem quem prefere pantano, brejo, as maçãs do brejo são aquelas que boiam. Ta boiando meu; não tou interada, então aprecie tomate; Ta joia te dou minha maçã; não quero maça maça tem casca não vou ficar descascando maça pra você, prefiro seu caqui é docê desmancha na boca com pele e tudo, tem sementes grandes e poucas, como o que quero é interpelar, combina com tomate, que tem pele poupa e muita semente, uma salada com vinagre e aseite, se vê milagre, vai ficar feliz as pampas como uma cabritinha solta, ai meu Deus iso vai dar bode. Ela me fez ficar com o mico dela, agora é ela quem vai pagar um mico.
La mia amica. retic



Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28



.posts recentes

. ...

. ...

. Vem comigo .................

. Leva-me contigo ............

. O Amor Maduro...............

. Nostalgia................

. Não há maior prazer para ...

. Anjo ou Demónio ? SEMPRE ...

. "amo-Te tanto" ........

. ...

.arquivos

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Março 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds