Segunda-feira, 16 de Janeiro de 2006

Fazer AMOR ................ contigo!!!

 

Fazer amor .......Contigo!!!! é fazer da alma o berço do prazer..........capa_sexo.jpg


Fazer amor .......


Fazer amor requer arte inconsciente
fazer amor transcende o feio e o bonito
fazer amor requer a alma despida
fazer amor transcende a sexualidade
Fazer amor é ignorar todos os conceitos formais da humanidade
e se entregar como quem se doa a si mesmo
fazer amor não tem vínculo algum
com o lado físico dos seres
fazer amor é divindade.
divindade que advém do mais nobre dom da vida :


a própria vida.


Fazer amor é enlouquecer a anatomia.
não importa a forma.
o que importa é não importar com coisa nenhuma.


Fazer amor é fazer de inconcebíveis palavrões um lindo poema.
fazer amor é fazer do corpo um banquete de sonhos
e fazer da alma o berço do prazer

 
Maria

publicado por vagueando às 00:12
link do post | comentar | favorito
|
69 comentários:
De Anónimo a 21 de Janeiro de 2006 às 22:15
Onde foste descobrir esse conjunto de criancinhas sobredotadas? Aproveito a oportunidade para te lembrar que enviei um e-mail para confirmação da presença no Encontro do próximo dia 28.Fernando Bizarro
(http://lusomerlin.blogspot.com)
(mailto:ftcb@netcabo.pt)


De Anónimo a 21 de Janeiro de 2006 às 14:04
É fazer sofrer no bom sentido, para o durante prevalecer...@
(http://www.ditaqueeuescrevo.blogspot.com)
(mailto:ana.miranda@netvisao.pt)


De Anónimo a 21 de Janeiro de 2006 às 13:05
lindo lindo tu realmentes dizeste tudoooooooo
Bom fim de semana, jinhosIsa
(http://singular.blogs.sapo.pt)
(mailto:singularidade@sapo.pt)


De Anónimo a 19 de Janeiro de 2006 às 21:15
COMO ADIVINHOU*, que gosto de FADO e, particularmente, da AMALIA!

GOSTO MUITO, TAMBEM DO *FADO DE COIMBRA*!!!!!!!!

_GOSTO DE MUSICA EM GERAL: CLASSICA e JAZZ, em PARTICULAR!!!!

Muito OBRIGADA PELA GENTILEZA!!!

_ESTOU ESCREVENDO E OUVINDO_!!!!!

GRATA!

Esteja em BEM E FELIZ!!!!!

Abraco!

Heloisa.
Heloisa.
</a>
(mailto:heloisawithoutpoetry@hotmail.com)


De Anónimo a 19 de Janeiro de 2006 às 01:33
boa noite amigo CARLOS tua casa esta cada dia mais acolhedora obrigada por me enviar e-mail dizendo sob o post diga me vivencias tudo isto respondo te claro jamais alguem descreveria tambem sentidos sentimentos,sem vivencialos amigo tua casa é uma fonte de inspiração já disse á voce tua casa faz meu sangue correr kilometros as minhas veias tou na idade que tudo tá na mão tudo está bem sem problemas sem horarios sem compromisso,só a esperar o amado á noite filhos casados o que querer mais?loucuras é muito bom desejo lhes uma quinta fanrtastica com teu amor big beijinhos da amiga clara ops fui vá até minha casa que voce vai ver a doideira que é minha vida me passarm a batata quente eu disse vou mas falo o que sou e penso tá muito bom.fuiCLARA JORGE GRANDINI
(http://deliciasdaclarinha.zip.net)
(mailto:clara.g@directnet.com.br)


De Anónimo a 19 de Janeiro de 2006 às 01:28
Fazer Amor... é fazer com os corpos o que as almas já iniciaram... é fusão, é entrega... é quando o que damos nos é devolvido com prazer, como se nem tivesse saído de nós! É chegar ao lado de lá do Universo e regressar... Fazer Amor amando, é divino! E acontece tão pouco... apenas a uns, poucos, escolhidos!
Fazer Amor e entregar o nosso prazer é como o nosso reencontro com a Mãe Universal, com a Terra e os Astros!
BjsPachi
(http://mundopachi.blogs.sapo.pt)
(mailto:pati_tgil@hotmail.com)


De Anónimo a 18 de Janeiro de 2006 às 22:06
Olá, olá! Adorei, mais uma vez, o poema com que me brindaste no meu blog... A sério, adorei. Queria pô-lo num post, claro, respeitante os direitos de autor! Posso?:P Vou pôr, OK?
*bjos*Ana
(http://www.anagarcia.blogspot.com)
(mailto:anagarcia69@sapo.pt)


De Anónimo a 18 de Janeiro de 2006 às 20:49
Carlos, este espaço (que nem sei se é apenas teu), surpreendeu-me e agradou-me.

Parabéns pelo arejamento das ideias e sentimentos.

Beijinhos

betaniabetania
(http://betanices.blogs.sapo.pt)
(mailto:betania33@hotmail.com)


De Anónimo a 18 de Janeiro de 2006 às 18:15
Sim, Carlos, é tudo e muito mais que cada qual saiba inventar de cada vez que se entrega.Perola
(http://reencontro.blogs.sapo.pt)
(mailto:tsciza@sapo.pt)


De Anónimo a 18 de Janeiro de 2006 às 17:37
Muito bonito de facto :) de quem é o poema?? teu??
beijos (recatados) da Princesa pluma(princesavirtual)
(http://www.princesavirtual.blogs.sapo.pt)
(mailto:plumacaprichosa@hotmail.com)


Comentar post