Sábado, 20 de Agosto de 2005

Aumente o grau de intimidade sexual.............

casa1.jpg
A maioria das pessoas busca a satisfação e um bom desempenho sexual, seja para agradar a si próprio ou a parceira (a), porem se esquecem que, para atingir suas metas é preciso aumentar o grau de intimidade do casal. Confira as dicas:

Devagar e Sempre:
Sinta cada carícia e cada beijo que receber e retribua bem devagar. Fiquem atentos as reações, a respiração, e as batidas do coração de ambos. Lembre-se que: fazer amor/sexo não é participar de uma maratona, portanto, abusem das preliminares e se dêem ao luxo da admiração mutua.

Troca de papéis:

Já tentou imaginar o que seu parceiro sente fisicamente enquanto fazem amor? Pois bem, seu objetivo é projetar suas percepções nos corpos um do outro durante o sexo. Quando você faz isso e tenta sentir o que seu par está sentindo, as fronteiras físicas que os separam deixam de existir, criando a sensação de fusão de corpos e mentes entre ambos. Melhor ainda, este tipo de integração lhe dará a sensação de que vocês dois, juntos, são melhores do que a soma de suas partes. Vocês se sentirão mais completos, íntimos e unidos quando estiverem juntos.

De olhos bem abertos:

Se você é do tipo que fecha os olhos enquanto faz amor, saiba que está cortando a intensidade de suas sensações. Quando o casal se permite transar com os olhos totalmente abertos, a conexão aumenta. Portanto, acaricie seu parceiro enquanto mantêm os olhos abertos e focalizados um no outro. Olhem-se de maneira fixa e profunda e permitam que o amor e o desejo apareçam através deles. O contato visual deve ser mantido, inclusive, durante a penetração. Se sentir-se a vontade, mantenha os olhos abertos também na hora que for atingir o clímax.

Invista no sexo oral:

A estimulação oral mútua permite uma completa conexão física: ambos os parceiros dão e recebem carícias ativamente e a entrega é total e irrestrita, sem pudores. A combinação de sentir o orgasmo do parceiro tão diretamente, enquanto você mesma está envolvida nas chamas de uma paixão sexual intensa, estimulará uma ligação particularmente poderosa entre vocês.

Ultrapassem as fronteiras da intimidade:

A partir do momento que sentirem-se mais sintonizados e íntimos, vai ficar mais fácil também partilhar de outro tipo de intimidade: o das fantasias sexuais. Por mais simples que isto possa parecer, essa troca de confidências só é possível entre um casal que se conhece bastante e possui uma grande conexão e confiança mútua.

Experimente colocar em ação as suas fantasias ou as do parceiro, desde que se sinta bem com a idéia. Ou apenas as imaginem juntos. Sensações novas, compartilhadas com quem se ama, aumentam a intimidade e a cumplicidade do casal.

Conversem sobre o que sentiram e verá que, tanto um quanto o outro, jamais imaginou experimentar um sexo tão gratificante. Vale lembrar: a intimidade é um processo contínuo, que exige tempo e dedicação. Quanto mais você investe nessa busca, mais sucesso obterá. Portanto, incorpore essas dicas à sua rotina sexual para manter o relacionamento cada vez melhor.

(Texto adaptado do livro: Ficando Íntimos/Barbara Keesling)
publicado por vagueando às 17:12
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De Anónimo a 22 de Agosto de 2005 às 17:35
ENTRE PURO E OBSCENO
Poema de Antonio Miranda para José Antonio Pérez-Montoro
Depois de teus sonetos ler e salivar
a revolver em busca de lascívia e mel
os vinte e cinco poemas, de um só tropel
e, acinte, é que fico aqui eu a cismar.

Se pode haver pornografia em amar
mesmo que o amor seja reverso e cruel
ainda que a soldo no mais reles bordel
ou mesmo na inversão de corpos a arfar.

Não seria no ato que se pratica
nem poderia estar naquele que fornica
ainda que na condição mais canalha

mesmo que nem seja amor, seja mortalha
imunda, perfídia, que só valha
o ditado: amor que fica é o de pica.

Ana
</a>
(mailto:luar_zita@msn.com)


De Anónimo a 21 de Agosto de 2005 às 18:35
Pois é ... até vim cá ver o teu cantito, a ver se atingia se aquele plágio foi tanga, ou divertimento teu... fiquei na mesma! Obrigada pela tua visita.Manefta
(http://manefta.blogs.sapo.pt)
(mailto:manefta@hotmail.com)


De Anónimo a 21 de Agosto de 2005 às 17:20
Gostei mt do texto e da frontalidade usada! é mesmo assim e o ser humano foi feito para amar e ser amado, para receber e dar prazer!
Eu sou assim e felicito todos os que tb o são!
Fica bem, PachiPachi
(http://mundopachi.blogs.sapo.pt)
(mailto:pati_tgil@hotmail.com)


De Anónimo a 21 de Agosto de 2005 às 11:45
Belas dicas!25MAX04
(http://www.egasmoniz2.blogs.sapo.pt)
(mailto:25MAX04@sapo.pt)


De Anónimo a 21 de Agosto de 2005 às 10:46
...bons conselhos...mas intimidade... é intimidade...Maria Papoila
</a>
(mailto:msantosilva@sapo.pt)


De Anónimo a 20 de Agosto de 2005 às 17:46
Bem a isto se chamam...conselhos a seguir!Abraço e bom fim de semana!Neco
(http://www.imgay.blogs.sapo.pt)
(mailto:ccbaixinho@hotmail.com)


De Anónimo a 20 de Agosto de 2005 às 17:34
E quando a imaginação fala...! Beijoeu
(http://hotmail.com)
(mailto:carmoroby@hotmail.com)


Comentar post