Quarta-feira, 24 de Agosto de 2005

Das tuas ancas aos teus pés

lingua.jpg
O INSECTO

Das tuas ancas aos teus pés
quero fazer uma longa viagem.

Sou mais pequeno que um insecto.
Percorro estas colinas,
são da cor da aveia,
têm trilhos estreitos
que só eu conheço,
centimetros queimados,
pálidas perspectivas.
Há aqui um monte.
Nunca dele sairei.
Oh que musgo gigante!
E uma cratera, uma rosa
de fogo humedecido!

Pelas tuas pernas desço
tecendo uma espiral
ou adormecendo na viagem
e alcanço os teus joelhos
duma dureza redonda
como os ásperos cumes
dum claro continente.

Para teus pés resvalo
para as oito aberturas
dos teus dedos agudos,
lentos, peninsulares,
e deles para o vazio
do lençol branco
caio, procurando cego
e faminto teu contorno
de vaso escaldante!

Por Pablo Neruda

publicado por vagueando às 19:54
link do post | comentar | favorito
|
6 comentários:
De Anónimo a 4 de Setembro de 2005 às 19:06
...Pablo Neruda!...BeijoMaria Papoila
</a>
(mailto:msantosilva@msn.com)


De Anónimo a 27 de Agosto de 2005 às 19:38
Oi!
Vim fazer uma visitinha ao teu blog, ele continua bonito como sempre. Parabéns pelo que escreves. Um abraçoFátima
(http://meuamorsolar099.blogs.sapo.pt)
(mailto:sol_lua025@hotmail.com)


De Anónimo a 25 de Agosto de 2005 às 19:12
Pensei seduzir você com algo bem provocante
Gingando num bambolê, me equilibrando em barbante
Dançando numa TV, coberto com diamantes
Num carrão zero, por que que eu não pensei nisso antes?

Pensei seduzir você daquele instante em diante
Além de fazer crochê, pensei dar vôo rasante
Ir ao cinema, escrever, reinar nesse caos reinante

Impressionante, por que que eu não pensei nisso antes?

(...)

Pensei seduzir você, mudando-me qual mutante
De alguma estrela trazer um raciocínio brilhante
Bater no peito e dizer, num brado bem retumbante

Só penso em você, por que que eu não pensei nisso antes?

Artista: Zélia Duncan
Música: Por Que Que Eu Não Pensei Nisso Antes?
vania
(http://luanovacheiadearte.blogs.sapo.pt)
(mailto:vania.vml@ig.com.br)


De Anónimo a 25 de Agosto de 2005 às 15:05
Pablo Neruda...Poemas lindos, cheios de sentimento... Sem comentarios! Beijosmadalena
(http://madalena.blogs.sapo.pt)
(mailto:madalena_ruiva@hotmail.com)


De Anónimo a 25 de Agosto de 2005 às 14:24
então homem? é só de sexo que falas ou tens mais algo para falar? ou mesmo é só carencia? eu cá tenho a minha ideia, mas quero tirar a pratos limpos e nem te atrevas a apagar este comentário!sofialisboasofialisboa
(http://sofialisboa.blogs.sapo.pt/)
(mailto:sofialisboa@hotmail.com)


De Anónimo a 24 de Agosto de 2005 às 22:38
Quantas sensações verdadeiras, os sentimentos assumidos! Beijoeu
(http://hotmail.com)
(mailto:carmoroby@hotmail.com)


Comentar post