Domingo, 4 de Setembro de 2005

PROIBIDO E LIBERTO...........

rosa rela.jpg

Proibido,
o Amor se esconde
entre os afagos e os sufocos,
e se solta entre os gemidos
e os soluços.
Proibido,
o Amor fica lá,
cercado pelos enormes muros
com que lhe cercam os Vizinhos,
a Cidade, a Moral e a Sociedade.
E que não tente escalá-los,
que há pregos e cacos de vidro
que a Vigilância Moral e
a Hipocrisia geral trataram de botar.
Proibido e cercado,
o Amor se larga
feito cavalo selvagem
nas campinas da emoção.
Estavas certo, Affonso:
proibido, o Amor se liberta.


Débora Denadai


publicado por vagueando às 10:54
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Anónimo a 5 de Setembro de 2005 às 13:08
Sobre paixão não se fala, se vive... Beijos.vania
</a>
(mailto:vania.vml@ig.com.br)


De Anónimo a 4 de Setembro de 2005 às 16:31
Amar não é apoderar-se do outro para completar-se, mas dar-se ao outro para completá-lo...................................................... QUEM AmA a liberdade, deixa livre tudo que tem...Se voltar é porque conquistou, senão é porque nunca as possuíu..........

BEIJO DOCE cARLOShttp://aromademulher.blogs.sapo.pt/
</a>
(mailto:luar_zita@msn.com)


De Anónimo a 4 de Setembro de 2005 às 11:39
O amor não cede a condicionalismos. É livre!...CLARINHA
</a>
(mailto:CLARINHA-2005@sapo.pt)


De Anónimo a 4 de Setembro de 2005 às 11:20
O amor é sempre LIVRE, ainda que o tentem agrilhoar, ele voa livremente, zombando das convenções. E nós somos LIVRES! Beijoeu
(http://hotmail.com)
(mailto:carmoroby@hotmail.com)


De Anónimo a 4 de Setembro de 2005 às 11:11
Amar é sempre libertação...BeijoMaria Papoila
</a>
(mailto:marianela501@sapo.pt)


Comentar post