Quinta-feira, 15 de Setembro de 2005

PRELÚDIO

11_12_16.gif

TOMBAM SECRETAS MADRUGADAS

E RIOS DENSOS DE PAVOR

DE TUAS PERNAS DEVASSADAS

POR MEU INSTINTO E MEU AMOR



EM TEUS JOELHOS LEVANTADOS

TOCAM AS PONTAS DE UMA ESTRELA.

( QUAISQUER RECEIOS DE PECADOS

EMPALIDECEM À LUZ DELA ... )



E AS TUAS ANCAS REPOUSADAS,

PRA QUE O MEU CORPO SE CONCENTRE

ESPERAM ,CATIVAS , ------ QUE AS ESPADAS

DE AMOR SE CRAVEM NO TEU VENTRE .


autora *F M
publicado por vagueando às 23:33
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Anónimo a 17 de Setembro de 2005 às 01:05
Lindíssimo poema!...lindo, lindo, lindo a pomba da paz! BeijoMaria Papoila
</a>
(mailto:msantosilva@sapo.pt)


De Anónimo a 17 de Setembro de 2005 às 01:05
Lindíssimo poema!...lindo, lindo, lindo a pomba da paz! BeijoMaria Papoila
</a>
(mailto:msantosilva@sapo.pt)


Comentar post