Segunda-feira, 19 de Setembro de 2005

Sensualidades...

tulipas.jpg
Uma ancestral...
em corpo divinal,
no banho de turco
imaginando-te samurai,
clamando a vida e o pecado,
fechado,
louco linguado,
ela, bonina,
domina o passado...
surge no azul
e convida-te para o Amor...
despe-te a alma
cola-te o corpo em flor,
chora saliva de ardor,
é a tesão envolta em felicidade,
nada fácil, mas verdade!
Ama-te, faz-te vir,
gritar de prazer,
no presente a eclodir,
disfarçando o ser...
ela, é a tua herança,
agarra-a,
nua,
tua,
tal qual a tua esperança...
Sensualidade em tom de aliança!
Ela, faz de ti a inocente criança...


(elvira)
publicado por vagueando às 17:21
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Anónimo a 19 de Setembro de 2005 às 19:59
... tu és único... este poema é uma maravilha! BeijoMaria Papoila
(http://apapoila.blogs.sapo.pt)
(mailto:msantosilva@sapo.pt)


De Anónimo a 19 de Setembro de 2005 às 19:57
Ela é única, ama-te, sensualidade em tom de aliança! Beijoeu
(http://hotmail.com)
(mailto:carmoroby@hotmail.com)


De Anónimo a 19 de Setembro de 2005 às 18:00
Em cada amor uma vida
Em cada vida um saber
Em cada saber uma certeza
Certeza de gostar de você."
(Giuliana)vania
</a>
(mailto:vaniamlima@hotmail.com)


Comentar post