Terça-feira, 20 de Setembro de 2005

teu perfume

encanto.jpg
Afago tuas mãos,
beijo os teus dedos
e delicio-me com o arrepiar de teus pelos.

Recosto minha cabeça no teu peito nu
e vibro com tua respiração ofegante.
Escorrego no teu suor
e me entrego à tua cadência.

Meus anseios se fazem teus,
teus apelos, meus chamegos,
meus suspiros, tuas delícias,
teu perfume, minha resposta
meus beijos, teu delírio...

O mundo para
e tudo o mais que nele existe...
E nada existe!
Somos um! Estamos sós!

Tua voz nos meus ouvidos
me transtorna
e me leva às loucuras da paixão!
Nossos corpos perdidos
rodopiam entrelaçados
vibrando com os sons
de carícias sussurrantes...

No enlevo total deste momento
ainda ouço de ti
o meu nome num murmúrio...
publicado por vagueando às 16:26
link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Anónimo a 22 de Setembro de 2005 às 15:32
este teu poema é de uma sensulidade belíssima1 BeijoMaria Papoila
(http://apapoila.blogs.sapo.pt)
(mailto:msantosilva@sapo.pt)


De Anónimo a 20 de Setembro de 2005 às 22:56
"Recosto minha cabeça no teu peito nu e vibro com tua respiração ofegante e me entrego, o mundo pára, somos um...!" Beijoeu
</a>
(mailto:carmoroby@hotmail.com)


De Anónimo a 20 de Setembro de 2005 às 20:03
Esse "teu perfume,"fascína-me!CLARINHA
</a>
(mailto:CLARINHA-2005@sapo.pt)


De Anónimo a 20 de Setembro de 2005 às 16:32
simplesmente maravilhoso este poema...alias como tudo o que escreves Carlos...já te disse que a sensualidade descrita nas tuas palavras fazem os anjos corarem com pensamentos impuros rsrsssana luar
(http://aromademulher.blogs.sapo.pt/)
(mailto:luar_zita@msn.com)


Comentar post