Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2006

Não há maior prazer para um homem ............


f6.bmp




Não há maior prazer para um homem,


Que o toque da mulher que ama!


Não há maior prazer para um homem,



Que o carinho da mulher que ama!


Não há maior prazer para um homem,


Que o beijo da mulher que ama!


Não há maior prazer para um homem,


Que o tremer da mulher que ama!


Não há maior prazer para um homem,


Que o vibrar da mulher que ama!


Não há maior prazer para um homem,


Que o gemer da mulher que ama!


Não há maior prazer para um homem,


Que o contorcer da mulher que ama! 


Não há maior prazer para um homem,


Que o cheiro da mulher que ama!


Não há maior prazer para um homem,


Que o tremer da mulher que ama!


Não há maior prazer para um homem,


Que o escorrer húmido da mulher que ama! 


Não há maior prazer para um homem,


Que o grito sufocado da mulher que ama! 


Não há maior prazer para um homem,


Que o orgasmo múltiplo da mulher que ama!


Não há maior prazer para um homem,


Que a declaração de amor da mulher que ama!


Não há maior prazer para um homem,


Que o suspirar da mulher que ama! 


Não há maior prazer para um homem,


Que a segurança, ao se entregar, da mulher que ama!


Não há maior prazer para um homem,


Que ser homem para a mulher que ama!


 


 (* Marcos Woyames de Albuquerque) 

publicado por vagueando às 10:04
link do post | comentar | ver comentários (72) | favorito
|
Quarta-feira, 15 de Fevereiro de 2006

Anjo ou Demónio ? SEMPRE O ANJO !!!

Os anjos do corpo – IV

zonas.jpg



Meu infatigável

anjo,

da guarda de meu corpo

São os anjos quem
guardam
os orgasmos

Pastores

Dos rebanhos
– dos ardores
Dos odores do corpo

Hei-de confessar-te
um dia
o meu desejo:

um anjo

que me acaricie devagar o clítoris
as pernas entreabertas
ao meu beijo

Quantas vezes te digo
que te dispo
e depois te lambo

primeiros as asas
e o pénis

e em seguida: o ânus

E o anjo
debaixo
ficou a acariciar o pénis
do anjo que voava
por cima

de manso procurando
o fundo
da vagina

Sou eu que te transformo
de prazer
em anjo do orgasmo

infatigável
suco
da língua

Naquilo que te faço

Com o teu clítoris
de ouro,
és o anjo

mamilos à flor da pele
que tapas com as asas

Os anjos descobrem
a vulva
no mesmo instante

em que sabem
do pénis:

com
as pernas ligeiramente
abertas
e desviando as asas

Despir os anjos
um por um

passando-lhes a língua...

lentamente,
pelo sal do pénis
Sorvendo-lhes em seguida
os sucos da vagina

Penteio com os dedos
os cabelos
deste arcanjo

respirando baixo
o interior macio
das suas pernas

o púbis
deste anjo

O sabor do esperma
dos anjos que imaginam

a-mar

as águas
uterinas

Lambe-me devagar
o céu da boca

como se a voasses

É um púbis de anjo
com pequenas asas

sob:
sobre a doce matiz
matriz
do clítoris

Viro-te anjo
debaixo do meu corpo

cubro-te:
voando – vogando
pelo nada

o teu pénis
direito
no meu púbis

e mais abaixo
a tua vagina alada

Adormeço de ventre
em tuas
asas

deitada ao comprido
no espaço
das tuas pernas

pernas

Cisterna
posta à beira
da sede dos teus braços

Primeiro roço-te
as asas
suspensas pelos teus ombros

imaginando apenas

aquilo que depois
mergulho
e faço:

Traz o anjo
o arrepio
ao corpo todo

um aperto nos
seios
e na vagina

Uma febre incerta
que vagueia
nas asas, nas coxas
e nas veias

Tinha um corpo de
lua
pelo lado da cor e do frio

em desequilíbrio no fio da faca
do orgasmo

O teu corpo,
neste envolvimento
de voo

e de vulva

Meu amor que mergulhas
de vertigem:

Anjo expectante
da vagina

A mistura de mim
com o teu corpo

asas pequenas que estremecem
debaixo do desejo

Não tens noção
de quanto é corpo o corpo
nem desejo

Anjo

Voando sobre
o que é baixo

Sob

Voando sob
o que é por baixo

Tocar-te apenas com
a língua
a cabeça do pénis

como se devagar
lambesse
o meu clítoris

até sentir o orgasmo
trepar-me pelas pernas

Bebem os anjos
a saliva
dos anjos

Pela taça
– exposta –
da vagina

São raríssimas as
asas
que não partem dos seios

a florir nos
ombros

Como um manso púbis
com os seios veios
de sombra

Quando
o clítoris toca
o clítoris dos anjos...

Lambe-me as asas
– disse o anjo
ao anjo mais perto...

dos seus pulsos


* Maria Tereza Horta

publicado por vagueando às 22:13
link do post | comentar | ver comentários (64) | favorito
|
Domingo, 12 de Fevereiro de 2006

"amo-Te tanto" ........

42-15907709.jpg


"Te amo tanto"...

Os lençóis desarrumados, as roupas espalhadas, os copos vazios.
Copos vazios, coração cheio, corpos exaustos, denunciando que o amor ali aconteceu.
A vela ainda queima, suavemente ilumina nossos corpos, exaustos de tanto se amar.
Devagarinho, sinto-te respirar, dormindo, entregue, sonhando, deliciosa.
Vejo a tua pele, teus contornos, vejo a satisfação no teu rosto.


O sorriso embala o teu sono.
Cena linda, cena grata, deliciosa de olhar.
A vontade aumenta, quero abraçar-te.
Te envolvo com meus braços, para te ter agarrada a mim.
Ainda dormindo exclamas, languidamente:


" amo-Te tanto".
E num impulso calo teus lábios com um beijo macio, tranquilo, delicioso.
Beijo sonhado, sonhando com beijo, acordando beijando.
Nossas mãos começam a procurar-nos de novo.
O desejo reacende.
E novamente recomeçamos...



*Tem dedicatória "M..."

publicado por vagueando às 14:29
link do post | comentar | ver comentários (73) | favorito
|
Quinta-feira, 9 de Fevereiro de 2006

...

As manias de Mim...


 


A pedido da  http://eu-de-novo.blogspot.com/



As regras do jogo
"Cada bloguista participante tem de enumerar cinco manias suas, hábitos muito pessoais que os diferenciem do comum dos mortais. E além de dar ao público conhecimento dessas particularidades, tem de escolher cinco outros bloguistas para entrarem, igualmente, no jogo, não se esquecendo de deixar nos respectivos blogues aviso do "recrutamento". Além disso, cada participante deve reproduzir este "regulamento" no seu blogue."



Publiquei o regulamento mas manias minhas… tenho, quem não tem?. Cinco, ao acaso:
Tenho pavor de gente faz de conta, detesto gentinha. 
Não me oriento no escuro
Gosto de cavalos e cães


É tão bom namorar
O mar dá-me paz



Foi fácil,  .... estou VIVO!!!


 Lá tenho de passar a alguém.....  os escolhidos são...



http://apoisongirl.blogs.sapo.pt/


http://apapoila.blogs.sapo.pt/
http://despojosdodia.blogs.sapo.pt/
http://www.blog.comunidades.net/amagiadaspalavras/


http://perfumedemulher.blogs.sapo.pt/


o que irão mais inventar?

publicado por vagueando às 17:23
link do post | comentar | ver comentários (35) | favorito
|
Terça-feira, 7 de Fevereiro de 2006

...

27d.jpg


A luz que acende o meu olhar 
 

Vem das estrelas do meu coração
Vem de uma força que me fez assim
Vem das palavras, lembranças e flores ligadas em mim


O tempo pode mudar
A chuva lava o que já passou
Resta somente o que eu já vivi
Resta somente o que ainda sou


A luz que acende o olhar
Vem pelos cantos da imaginação
Vem por caminhos que nunca passei
Como se a vida soubesse de sonhos que eu nunca sonhei


Vem do infinito, da estrela cadente
Do espelho, da alma, dos filhos
Da gente, de algum lugar só pra iluminar
A força vem de onde eu venho
De tudo que acende a vida
Acabada me olha entende o que eu sou
Tudo o que é maior vem do amor, vem do amor


A luz que acende o olhar
Vem dos romances que viram poesia
Vem quando quer se quiser se vier
Vem pra acender e mostrar o amor que a gente não via


Vem como um passe de pura magia
Como se o visse jurasse que a tempo já te conhecia
Vem do infinito, da estrela cadente, do espelho
Da alma, dos filhos, da gente, de algum lugar, só pra iluminar


A força vem de onde eu venho
De tudo que acende a vida acabada
Me olha entende o que eu sou tudo que é maior
Vem da luz


Que acende o olhar vem das histórias que me adormeciam
Vem do que a gente não consegue ver
Vem e me acalma me traz e me leva pra perto de você
E me leva, mais pra perto de você.


*Déborah Blando 

publicado por vagueando às 12:25
link do post | comentar | ver comentários (52) | favorito
|
Sábado, 4 de Fevereiro de 2006

PENSAMENTOS...............

40442_wallpaper280.jpg




Cada qual sabe amar a seu modo; o modo, pouco importa; o essencial é que saiba amar.
Machado de Assis

Quando as palavras fogem, as flores falam.
Bruce W. Currie

O amor é uma flor delicada, mas é preciso ter coragem de ir colhê-la à beira de um precipício.
Sthendal

Assim como as chaves abrem cofres, as cartas abrem corações.
Sthendal

Amor são duas solidões protegendo-se uma à outra.
Rainer Maria Rilke

Amar é encontrar na felicidade de outrem a própria felicidade.
Gottfried Leibnitz

Assim que se olharam, amaram-se; assim que se amaram, suspiraram; assim que suspiraram, perguntaram-se um ao outro o motivo; assim que descobriram o motivo, procuraram o remédio.
Shakespeare

Amar, porque nada melhor para a saúde que um amor correspondido.
Vinícius de Moraes

Onde o amor impera, não há desejo de poder; e onde o poder predomina, há falta de amor. Um é a sombra do outro.
Carl Gustav Jung

No homem, o desejo gera o amor. Na mulher, o amor gera o desejo.
Jonathan Swift

Quem começa a entender o amor, a explicá-lo, a qualificá-lo e quantificá-lo, já não está amando.
Roberto Freire

Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.
Saint-Exupèry

Temer o amor é temer a vida e os que temem a vida já estão meio mortos.
Bertrand Russell

Parece-me fácil viver sem ódio, coisa que nunca senti, mas viver sem amor acho impossível.
Jorge Luis Borges

O amor é o sentimento dos seres imperfeitos, posto que a função do amor é levar o ser humano à perfeição. Como são sábios aqueles que se entregam às loucuras do amor!
Joshua Cooke

No fundo de cada alma há tesouros escondidos que somente o amor permite descobrir.
E. Rod

O amor é o único jogo no qual dois podem jogar e ambos ganharem.
Erma Freesman

Para fazer uma obra de arte não basta ter talento, não basta ter força, é preciso também viver um grande amor.
Wolfgang Amadeus Mozart

A poesia contém quase tudo que você precisa saber da vida.
Josephine Hart

A poesia não é mais do que a memória de nossa pureza original.
Anônimo

Quando as aves falam com as pedras e as rãs com as águas - é de poesia que estão falando.
Manoel de Barros

A poesia não se entrega a quem a define.
Mario Quintana

O gênio sem paixão é o asceta da poesia, não é o poeta.
Joaquim Nabuco

Poemas são anotações da realidade. Escapes da memória que vão para o papel.
Felipe Nepomuceno

Uma pitada de poesia é suficiente para perfumar um século inteiro.
José Martí

Um mérito inegável da poesia: ela diz mais e em menor número de palavras que a prosa.
Voltaire

Se os líderes lessem poesia, seriam mais sábios.
Octavio Paz

Os poetas possuem autorização para mentir.
Plínio, o moço

A força não provém da capacidade física e sim de uma vontade indomável.
Mahatma Gandhi

O sucesso resulta de cem pequenas coisas feitas de forma um pouco melhor. O insucesso, de cem pequenas coisas feitas de forma um pouco pior.
Henry Kissinger

Nem tudo o que dá certo é certo.
David Capistrano

A arte da medicina consiste em distrair enquanto a Natureza cuida da doença.
Voltaire

Se eu pudesse voltar à juventude, cometeria todos aqueles erros de novo. Só que mais cedo.
Tallulah Bankhead

O povo gosta de luxo; quem gosta de miséria é intelectual.
Joãozinho Trinta

Não é gostoso ficar sem ter o que fazer; o divertido é estar cheia de obrigações e não fazer nada.
Mary Little

Só há duas opções nesta vida: se resignar ou se indignar. E eu não vou me resignar nunca.
Darcy Ribeiro

Não existe nada de novo, exceto aquilo que se esqueceu.
Mademoiselle Bertin

Quando se ouve um homem falar de seu amor por seu país, podem saber que ele espera ser pago por isto.
H. L. Mencken

Pinto os cabelos de preto para os encontros amorosos e de branco para as reuniões de negócios.
Aristóteles Onassis

publicado por vagueando às 23:20
link do post | comentar | ver comentários (43) | favorito
|
Sexta-feira, 3 de Fevereiro de 2006

...

t474179.jpg


Noite de prazer..........


É nas curvas do teu corpo nu,
É nos contornos dos teus seios,
É nos teus ardentes beijos
E é no meio das tuas pernas
Que eu me deixo desfazer
Nesta noite de intenso prazer e amor.
Não sei se é o sabor dos teus beijos,
Ou se é o suor da tua pele,
Ou se é o perfume do teu sexo
Que me deixa assim inebriado,
Zonzo de amor e excitação,
Louco de desejo e paixão.
Para sentir o intenso teu gozo,
Teus gritos e os teus gemidos
Eu troco uma vida longa,
Uma vida sem sentido,
Pelo prazer do teu corpo,
Pelos gozos ardentes e desmedidos
Pelo prazer de te ter tido.
Nesta noite de prazer com gemidos.
Noite de prazer, antes do dia clarear
Ainda estamos a fazer amor faminto.
E então é hora de parar nosso prazer
E com os corpos doridos, molhados
Tomamos um banho quente, mas antes de
Partir porém fazemos amor novamente....


*compilação

publicado por vagueando às 07:20
link do post | comentar | ver comentários (43) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28



.posts recentes

. ...

. ...

. Vem comigo .................

. Leva-me contigo ............

. O Amor Maduro...............

. Nostalgia................

. Não há maior prazer para ...

. Anjo ou Demónio ? SEMPRE ...

. "amo-Te tanto" ........

. ...

.arquivos

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Março 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds