Domingo, 12 de Fevereiro de 2006

"amo-Te tanto" ........

42-15907709.jpg


"Te amo tanto"...

Os lençóis desarrumados, as roupas espalhadas, os copos vazios.
Copos vazios, coração cheio, corpos exaustos, denunciando que o amor ali aconteceu.
A vela ainda queima, suavemente ilumina nossos corpos, exaustos de tanto se amar.
Devagarinho, sinto-te respirar, dormindo, entregue, sonhando, deliciosa.
Vejo a tua pele, teus contornos, vejo a satisfação no teu rosto.


O sorriso embala o teu sono.
Cena linda, cena grata, deliciosa de olhar.
A vontade aumenta, quero abraçar-te.
Te envolvo com meus braços, para te ter agarrada a mim.
Ainda dormindo exclamas, languidamente:


" amo-Te tanto".
E num impulso calo teus lábios com um beijo macio, tranquilo, delicioso.
Beijo sonhado, sonhando com beijo, acordando beijando.
Nossas mãos começam a procurar-nos de novo.
O desejo reacende.
E novamente recomeçamos...



*Tem dedicatória "M..."

publicado por vagueando às 14:29
link do post | comentar | favorito
|
73 comentários:
De Anónimo a 14 de Fevereiro de 2006 às 19:59
Carlos passei pra deixar uma linda noite pra ti e dizer que tem novidade no tok...um bjo SEDASeda
(http://tokdeseda2.zip.net)
(mailto:carolinap_m@hotmail.com)


De Anónimo a 14 de Fevereiro de 2006 às 19:22
Um amigo/a é fruto de uma escolha, é uma opção de amor.
É a descoberta de uma alma irmã, é a consciência clara e permanente de algo sublime.
É um tesouro sem preço, um gostar sem distância de alguém em nosso caminho,
nas horas de dúvida, de alegria, de sofrimento.
É algo valioso demais para ser desconsiderado, grande demais para ser perdido...
Que a nossa amizade não seja que nem a lua.
Que apesar de linda, muda de fase constantemente, mas que seja que nem o mar.
Que além de lindo é infinito.
EXCELENTE SEMANINHA PRA VC..MIL BJOKAS..SE CUIDA E FICA COM DEUS..Mellzinha
(http://www.mellzinha.blogger.com.br)
(mailto:lyllika@hotmail.com)


De Anónimo a 14 de Fevereiro de 2006 às 18:01
Oix!

Tudo o que sabemos do amor, é que o amor é tudo o que existe...

FELIZ DIA DOS NAMORADOS!

Wicked Kisses***Buffy Summers
(http://www.wickedgames.blogs.sapo.pt)
(mailto:Buffy_VampireSlayer6@msn.com)


De Anónimo a 14 de Fevereiro de 2006 às 16:55
Bonito poema para este dia tão especial.inconfidente
(http://inconfidencias.blogs.sapo.pt)
(mailto:inconfidencias@sapo.pt)


De Anónimo a 14 de Fevereiro de 2006 às 16:01
Carlos, esse é um tema não muito explorado por mim, pois faltam-me as palavras, as perspectivas!... enfim, entendes-me. Beijo.Perola
(http://reencontro.blogs.sapo.pt)
(mailto:tsciza@sapo.pt)


De Anónimo a 14 de Fevereiro de 2006 às 15:38
A noite cai..o dia amanhece..e naum há tempo q nos faça parar..nossos corpos colados..nossa música a tocar..as estrelas no céu a brilhar..o sol a despontar...quanto amor ainda há...e há amor ainda muito pra se doar!!
bjinhos no seu coração!!Marinha
(http://www.princesazul.zip.net)
(mailto:floresmara@superig.com.br)


De Anónimo a 14 de Fevereiro de 2006 às 13:38
que sensualidade...que erotismo....que amor..esta lindooooooooooooooooooooooo
kisssssssssssssssssssspequenita
(http://www.pequenita.blogs.sapo.pt)
(mailto:pequenita4@sapo.pt)


De Anónimo a 14 de Fevereiro de 2006 às 10:15
Ó CARLOS... Drummond de Andrade, "tou" a ver que és poeta! Continua com os versos que tens engenho e arte.anti-poeta
(http://www.lobodatasmania.blogs.sapo.pt)
(mailto:filipewolf@sapo.pt)


De Anónimo a 14 de Fevereiro de 2006 às 00:37
DANÇA DA SOLIDÃO...
Hábitos estranhos ficar cantarolando baixinho – sentada frente ao mar: -...Desilusão, desilusão/ dança eu / dança você/ na dança da Solidão...

---E roubar rosas nos jardins alheios.

Enquanto faltava-lhe um amor – guardaria espaços para um homem apenas; ele seria eterno no coração de Loba. Não pensaria se estava perto ou longe. Nunca fora fácil desde o berço esplêndido-e tão solidão.

Nas letras poéticas encontrava vérgeis. Milhares de gérberas misturadas a sentimentos, pensamentos e saudades. As horas se faz tão longas – dramáticas.

Eis que o encontra!...

Quer tocar-lhe o coração. Ele não a nota. Ela está presa, caladinha, a um canto do mundo – é crepúsculo do tempo de sua vida.

È apenas uma mulher – perdida entre milhões do planeta.

O abraçara certa vez...( nos sonhos)

Ele dominaria – o desejo dela.
Ela o vê --em todos os cotidianos - e o deseja.
Ele não a vê... Até esqueceu.
Fátima Pessoa
*..A loba arrepia os pêlos ao ler tua poética-obrigada por existir...Fátima Pessoa
(http://desejosproibidos.zip.net)
(mailto:fpessoa9@hotmail.com)


De Anónimo a 13 de Fevereiro de 2006 às 23:17
uau ...love is in the air :) gala
(http://trocadeolhares.blogs.sapo.pt)
(mailto:gala.trocadeolhares@gmail.com)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28



.posts recentes

. ...

. ...

. Vem comigo .................

. Leva-me contigo ............

. O Amor Maduro...............

. Nostalgia................

. Não há maior prazer para ...

. Anjo ou Demónio ? SEMPRE ...

. "amo-Te tanto" ........

. ...

.arquivos

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Março 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds