Terça-feira, 11 de Outubro de 2005

O desejo.............

33.bmp


O desejo sexual é um impulso subjetivo e comportamental de um indivíduo em relação a outro ou a um objeto de desejo.


Este impulso visa obter como resposta uma grande sensação de prazer e satisfação sexual.


Primeira fase da resposta sexual humana, o desejo sexual é um fenômeno de grande complexidade, cuja manifestação ocorre pela interação simultânea de estímulos biológicos, psicológicos e socializantes.


 Recebe várias denominações no cotidiano, como libido, apetite, excitação, pulsão, ânsia, luxúria, paixão, etc.


O desejo é estimulado por fatores internos e externos:


• Fatores internos: fantasias, vivências, educação, personalidade, afeto, amor, etc.


 • Fatores externos: linguagem corporal, aspectos culturais, sociais, sensoriais (olhar, odor, música, visão de um corpo atraente, carícias).


A partir do estímulo, o indivíduo tende a buscar ou criar ativamente circunstâncias que possam resultar em uma satisfação erótica, seja na masturbação, no relacionamento com um parceiro ou com variações do objeto sexual.


Na manifestação do desejo atuam os hormônios sexuais, entre eles a testosterona, hormônio masculino secretado tanto pelos testículos e ovários como pelas glândulas supra-renais que ativa os circuitos cerebrais responsáveis pelo prazer e comportamento sexual de homens e mulheres.


Também são fundamentais o hormônio feminino estradiol e os neurotransmissores como a dopamina e a serotonina.


O desejo pode desencadear a excitação (segunda etapa da resposta sexual humana), quando os organismos do homem e da mulher reagem de forma similar: o sistema nervoso envia impulsos que processam várias alterações, tais como o aumento da pressão sangüínea, a aceleração da pulsação e da respiração, o aumento do fluxo de sangue nos órgãos genitais, o aumento da sensibilidade da pele, a ereção peniana nos homens e a intensa lubrificação vaginal nas mulheres.


A duração dessas reações difere entre os indivíduos, mas tende a ser prolongada entre as mulheres.


A excitação varia segundo a intensidade do desejo e a eficácia das carícias.


A estimulação contínua das zonas erógenas é importante para manter e aumentar o estado de excitação


Após a fase de excitação sexual, se a estimulação continua, o ato sexual pode resultar no orgasmo e, depois, o organismo retorna ao estado anterior à excitação.


 *Museu do sexo(Sala Conceitos da Sexualidade)

publicado por vagueando às 01:55
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Anónimo a 11 de Outubro de 2005 às 22:18
"A excitação nasce do desejo, o desejo nasce do parceiro...!" Beijoeu
</a>
(mailto:carmoroby@hotmail.com)


De Anónimo a 11 de Outubro de 2005 às 17:28
...mais um a fazer "roer-se" de inveja o meu amigo Julinho...BeijoMaria Papoila
(http://apapoila.blogs.sapo.pt)
(mailto:msantosilva@sapo.pt)


De Anónimo a 11 de Outubro de 2005 às 02:09
Matas-m d desejo so d estar a ver isto no teu blog

E agora kem m pode satesfazer

A culpa é tua....

LooooooL
Estava a brincar
S poderes passa pelo meuNelson Silva
(http://nls.blogs.sapo.pt/)
(mailto:noslenavlis@sapo.pt)


Comentar post