Quarta-feira, 15 de Fevereiro de 2006

Anjo ou Demónio ? SEMPRE O ANJO !!!

Os anjos do corpo – IV

zonas.jpg



Meu infatigável

anjo,

da guarda de meu corpo

São os anjos quem
guardam
os orgasmos

Pastores

Dos rebanhos
– dos ardores
Dos odores do corpo

Hei-de confessar-te
um dia
o meu desejo:

um anjo

que me acaricie devagar o clítoris
as pernas entreabertas
ao meu beijo

Quantas vezes te digo
que te dispo
e depois te lambo

primeiros as asas
e o pénis

e em seguida: o ânus

E o anjo
debaixo
ficou a acariciar o pénis
do anjo que voava
por cima

de manso procurando
o fundo
da vagina

Sou eu que te transformo
de prazer
em anjo do orgasmo

infatigável
suco
da língua

Naquilo que te faço

Com o teu clítoris
de ouro,
és o anjo

mamilos à flor da pele
que tapas com as asas

Os anjos descobrem
a vulva
no mesmo instante

em que sabem
do pénis:

com
as pernas ligeiramente
abertas
e desviando as asas

Despir os anjos
um por um

passando-lhes a língua...

lentamente,
pelo sal do pénis
Sorvendo-lhes em seguida
os sucos da vagina

Penteio com os dedos
os cabelos
deste arcanjo

respirando baixo
o interior macio
das suas pernas

o púbis
deste anjo

O sabor do esperma
dos anjos que imaginam

a-mar

as águas
uterinas

Lambe-me devagar
o céu da boca

como se a voasses

É um púbis de anjo
com pequenas asas

sob:
sobre a doce matiz
matriz
do clítoris

Viro-te anjo
debaixo do meu corpo

cubro-te:
voando – vogando
pelo nada

o teu pénis
direito
no meu púbis

e mais abaixo
a tua vagina alada

Adormeço de ventre
em tuas
asas

deitada ao comprido
no espaço
das tuas pernas

pernas

Cisterna
posta à beira
da sede dos teus braços

Primeiro roço-te
as asas
suspensas pelos teus ombros

imaginando apenas

aquilo que depois
mergulho
e faço:

Traz o anjo
o arrepio
ao corpo todo

um aperto nos
seios
e na vagina

Uma febre incerta
que vagueia
nas asas, nas coxas
e nas veias

Tinha um corpo de
lua
pelo lado da cor e do frio

em desequilíbrio no fio da faca
do orgasmo

O teu corpo,
neste envolvimento
de voo

e de vulva

Meu amor que mergulhas
de vertigem:

Anjo expectante
da vagina

A mistura de mim
com o teu corpo

asas pequenas que estremecem
debaixo do desejo

Não tens noção
de quanto é corpo o corpo
nem desejo

Anjo

Voando sobre
o que é baixo

Sob

Voando sob
o que é por baixo

Tocar-te apenas com
a língua
a cabeça do pénis

como se devagar
lambesse
o meu clítoris

até sentir o orgasmo
trepar-me pelas pernas

Bebem os anjos
a saliva
dos anjos

Pela taça
– exposta –
da vagina

São raríssimas as
asas
que não partem dos seios

a florir nos
ombros

Como um manso púbis
com os seios veios
de sombra

Quando
o clítoris toca
o clítoris dos anjos...

Lambe-me as asas
– disse o anjo
ao anjo mais perto...

dos seus pulsos


* Maria Tereza Horta

publicado por vagueando às 22:13
link do post | comentar | favorito
|
64 comentários:
De Anónimo a 19 de Fevereiro de 2006 às 10:50
Obrigados pela tua visita ao singular.
Esperamos que continues a gostar.
Também tens aqui um belo espaço.
Um abraço
Luis
http://singular.blogs.sapo.pt/
http://calinadas.blog.pt/
http://racionalidades.blogspot.com/Luis
(http://singular.blogs.sapo.pt/)
(mailto:lanterna@tugamail.com)


De Anónimo a 19 de Fevereiro de 2006 às 01:00
Na ousadia, se escreve os delirios dos anjos....Ana Luar
(http://aromademulher.blogs.sapo.pt/)
(mailto:luar_zita@msn.com)


De Anónimo a 19 de Fevereiro de 2006 às 00:38
Sou anjo...viria aqui comentar...claro!!!! Mas também sou demónio, quando me apetece ser! Beijo meu Carlos...um louco!Magia
(http://www.blog.comunidades.net/amagiadaspalavras/index.php)
(mailto:perlimpimpins@sapo.pt)


De Anónimo a 19 de Fevereiro de 2006 às 00:00
Maria Teresa Horta escreve sem perconceitos, sedutor sem dúvida este poema que só ela consegue dar esta sensualidade entre os seus versos, saltam emoções com o seu estilo incondundível

bela partilha Carlos

e tenho tanto de anjo como de demónio


beijinhos para ti, meu amigo

lena


lena
(http://uma_cabana.blogspot.com/)
(mailto:lena.maltez@gmail.com)


De Anónimo a 18 de Fevereiro de 2006 às 23:32
Oi, Carlos
Que beleza de poesia! Parabéns à Maria Teresa Horta e a vc, pela escolha em publicá-la.
A gente lê, e afloram todas as emoções, demaisssssss!
Tenha um lindo final de semana.

Liz
(http://lemasr.blog.uol.com.br)
(mailto:lizred@bol.com.br)


De Anónimo a 18 de Fevereiro de 2006 às 11:12
Um poema simples, mas tao cheio de emoçao!
Muito bonito!
Beijinho*Ana
(http://www.theheartofamusician.blogspot.com)
(mailto:anatojal@gmail.com)


De Anónimo a 17 de Fevereiro de 2006 às 15:37
Gosto da poesia erótica de Maria Teresa Horta. Ousada q.b. , sem cair no mau gosto. Uma boa escolha, sem dúvida. Bjslique
(http://mulher50a60.weblog.com.pt)
(mailto:alice.semaravilhas@gmail.com)


De Anónimo a 17 de Fevereiro de 2006 às 13:10
Olá Carlos...como é bom ter um anjo como vc que esta sempre nos presentiando com poemas deliciosos como este ...adoro te ler ...um bjo com sabor de quero mais rsrsrs....Seda
(http://tokdeseda2.zip.net)
(mailto:carolinap_m@hotmail.com)


De Anónimo a 17 de Fevereiro de 2006 às 12:15
▒♡ღ ▒♡ღ ▒♡ღ▒♡ღ ▒♡ღ ▒♡ღ ▒♡ღ▒

Amigos são pedras preciosas,
ilustres tesouros que habitam
em nosso ser...TU É UM....
Desejo-te um excelente fim
de semana.
Beijos.

▒♡ღ ▒♡ღ ▒♡ღ▒♡ღ ▒♡ღ ▒♡ღ ▒♡ღ

Amaryli
(http://amaryli.blogspot.com/)
(mailto:marylister@gmail.com)


De Anónimo a 17 de Fevereiro de 2006 às 10:52
♥☆♥☆♥☆♥☆♥☆♥☆♥☆♥☆♥
"Amor não é se envolver com a
"pessoa perfeita", aquela dos
nossos sonhos. Não existem
príncipes e nem princesas.
Encare a outra pessoa de
forma sincera e real, exaltando
suas qualidades, mas sabendo
também de seus defeitos.
O amor só é lindo, quando
encontramos alguém que nos
transforme no melhor que
podemos ser!"
♥☆♥☆♥☆♥☆♥☆♥☆♥☆♥☆♥
"Desejo-te um fim de semana repleto
de amor."
Beijos
Nylda
(http://nylda.blogs.sapo.pt/)
(mailto:nyldaju@sapo.pt)


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28



.posts recentes

. ...

. ...

. Vem comigo .................

. Leva-me contigo ............

. O Amor Maduro...............

. Nostalgia................

. Não há maior prazer para ...

. Anjo ou Demónio ? SEMPRE ...

. "amo-Te tanto" ........

. ...

.arquivos

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Março 2005

blogs SAPO

.subscrever feeds