Terça-feira, 15 de Novembro de 2005

o Amor, quando se revela...

borbo061.gif


O amor, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p'ra ela,
Mas não lhe sabe falar.
Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há de dizer.
Fala: parece que mente
Cala: parece esquecer

Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
Pra saber que a estão a amar!
Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!

Mas se isto puder contar-lhe
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
Porque lhe estou a falar...

(FERNANDO PESSOA)

publicado por vagueando às 00:15
link do post | comentar | favorito
|
33 comentários:
De Anónimo a 12 de Dezembro de 2005 às 14:43
Meus Deuses !!!!...Estou capaz de criar um blog com este espirito, direcionado aos homens.Parabéns pelo êxito estrondoso... Olga The Strange
</a>
(mailto:naira_zo@yahoo.com.br)


De Anónimo a 17 de Novembro de 2005 às 21:35
E verdade as veses o amor n se pode revelar e se ele podesse advinhar... bjinhos gradDebora
(http://www.deboraazevedo.blogs.sapo.pt)
(mailto:deboraa@sapo.pt)


De Anónimo a 17 de Novembro de 2005 às 19:28
Os sentidos estão todos despertos neste blog só mesmo um poema de amor para nos fazer calar.Patareca
(http://patareca.blogs.sapo.pt)
(mailto:oeusou@sapo.pt)


De Anónimo a 17 de Novembro de 2005 às 19:19
Grande, grande poema! De um génio da poesia mundial!
Abraçosocean
(http://www.openroad.blogs.sapo.pt)
(mailto:ocean_cool@sapo.pt)


De Anónimo a 17 de Novembro de 2005 às 19:19
Este poema é lindo, muito giro mesmo. BjsCélia
(http://celia.blogs.sapo.pt)
(mailto:celiaclaro_7@msn.com)


De Anónimo a 17 de Novembro de 2005 às 15:09
Olá vim agradecer a visita no meu blog... muito bonito o seu e com um texto maravilhoso de Fernando Pessoa... Já deixo meu votos de uma ótimo findy
BjsRô
(http://www.dollyta.blogger.com.br)
(mailto:dollyta@uol.com.br)


De Anónimo a 16 de Novembro de 2005 às 23:13
Muito bonito, foi uma grande escolha. O nosso grande Fernando Pessoa no seu melhor. =)A Espectadora
(http://espectadora.blogs.sapo.pt)
(mailto:amff@iol.pt)


De Anónimo a 16 de Novembro de 2005 às 21:32
Lindo...adoro este poema, faz-me lembrar bons momentos...
Passa pelo blog e comenta.
BjitxBekas
(http://2ergg)
(mailto:joana_brites_8@hotmail.com)


De Anónimo a 16 de Novembro de 2005 às 00:54
CARLOS, AMORRRRRRRRRRRRRR
SOU APAIXONADA POR VC E AMO TUDO QUE VC FAZ. BEIJOS FLUTUANTES, MOLHADOS, PENETRANTES E DE LÍNGUA, COM MUITO TESÃO, SUA MERCEDESMercedes
</a>
(mailto:dan_doce@ig.com.br)


De Anónimo a 16 de Novembro de 2005 às 00:41
`'•.¸(`'•.¸ ¸.•'´) ¸.•'´)¸.•'´)
«`'•.¸.¤... ¤.¸.•'´»(¸.•` * (¸.•` *
(¸.•'´(¸.•'´ `'•.¸)`' •.¸)
¸.•´ * Que a amizade tome conta de tudo
( `•.¸quilo em que acreditamos, incorporando o
`•.¸ )sonho de descobrir em cada pessoa que a
¸.•)´gente gosta, uma outra metade da gente mesmo.
(.•´ * A amizade multiplica as alegrias
*´¨) e divide as tristezas.
(`'•.¸(`'•.¸ ¸.•'´) ¸.•'´)¸.•'´)¸.•'´)
«`'•.¸.¤... ¤.¸.•'´»(¸.•` * (¸.•` *
(¸.•'´(¸.•'´ `'•.¸)`' •.¸)
BJS.
nane
(http://cantinhodananny.zip.net)
(mailto:ktyta@terra.com.br)


Comentar post